Pular para conteúdo

Liah Soares,um doce musical.

Música
 

 

1 -  Quando despertou a Liah musicista?

Liah Soares - O interesse inicial veio naturalmente quando eu ainda era criança, a  percepção musical vinha nas panelas da minha mae que eu batucava, no cavaquinho que meu pai tinha jogado num canto da sala, mas eu comecei a desenvolver esse lado aos 11 anos quando ganhei meu primeiro violao.

 

2 - Quem foram,e ainda são,suas referências musicais?

LS - Eh tanta gente que fica complicado descrever todos aqui…  Tudo começou com os discos do meu pai que eu ouvia, um pouco de Gonzaga, Cartola, Fagner, Nelson Gonçalves, Sergio Reis , Pinduca…  Na adolescencia me despertei pras cantoras e ouvi muito Jane Duboc, Elba Ramalho, Elis, Elza Soares e ouvi muito musica classica. No Pop e Rock adorava as letras do Raul e Renato Russo e curtia de Nirvana a Roxette… Enfim, uma salada, hoje em dia então com a internet a lista ficou gigante…rs

 

3 - Quais as maiores dificuldades que você encontrou,desde que saiu do interior do Pará?  

LS - Além de enfrentar um novo mundo longe da proteção e aconchego da minha familia e principalmente dos meus pais, as principais dificuldades foram a saudade das pessoas que eu amo e amava e a definitivamente a incerteza, não saber por onde começar nem ter garantia de que está ali me levaria a algum lugar…

 

 

4 - Como suas composições chegaram até Sandy,que na época ainda formava dupla com o irmão?

LS - Através da minha editora que enviou uma canção minha ao lado de mais 200 e outros autores. Rs Tive sorte do produtor ter gostado e a dupla ter se identificado com meu trabalho.

 

5 - Com tanto tempo de estrada,o que já deu pra amadurecer Liah cantora e pessoa?

LS - O tempo é mestre em nos ensinar que tudo é passageiro, que não devemos levar tão a sério as derrotas nem as vitórias e que mais importante do que a chegada é a nossa trajetoria e a forma como conduzimos nossos passos rumo aos nossos sonhos…

 

6 - O que falta para o compositor brasileiro ser mais valorizado?E num país,com tamanha diversidade cultural e de gente,o que tira a criatividade de um compositor?O que pode "dar branco" em sua mente?

LS - Não faz parte da cultura popular brasileira valorizar quem escreve as canções, mas sim que as interpretam. Talvez se as emissoras de radios começassem a divulgar a lista enorme de quem está por tras de cada canção que toca esse quadro poderia mudar...

 

 

7 - Com tantas composições cantadas por terceiros,como controla seus direitos autorais adquiridos?

LS - Na verdade não consigo controlar, sou afiliada de uma sociedade arrecadadora que repassa o que o ECAD diz ser justo…

 

8 - Na sua opinião,o que precisa mudar (melhorar) nas leis de incetivo à cultura?

LS - Mais transparencia nos criterios de distribuição dos direitos autorais. Em paises mais adiantados, a tecnologia permite ao autor acessar o sistema com uma senha propria e saber como, quanto e de onde vem seu pagamento. No Brasil isso não acontece e o ECAD que é uma iniciativa privada não sofre nenhuma fiscalização do Estado.

 

9 - Do que sente falta e que fazia quando ainda não era famosa?

LS - Apesar do reconhecimento e assedio do publico agora ser maior, levo a minha vida da maneira mais normal possivel, evito ir a lugares muito cheios, mas não deixo de fazer as coisas que eu gosto…

 

10 - O que o "the voice" lhe trouxe, além da exposição televisiva?

LS - Muito aprendizado, tive que lidar com a pressão em varios sentidos. O fato de ser avaliado, julgado e exposto de uma maneira intensa e ainda assim ter conseguido ser firme com a minha essencia musical me fez enxergar e reavaliar muita coisa… Uma experiencia unica em minha vida.

 

11 - Como manter os pés no chão num mundo de celebridades e egos aflorados?

LS - Sou grata por ter nascido numa familia simples, de ter aprendido desde cedo a dividir com meus irmãos,  o valor da união e respeito era uma constante passada pelos meus pais em suas atitudes… E assim transitar num mundo que as vezes é ilusorio não me tira do meu mundo real.

 

12 - O que gosta de fazer quando não está trabalhando?

LS -  Ler,  estar em casa, filmes, ver meus amigos…

 

13 - Dá pra namorar em meio a tantos compromissos,composições,estúdio etc?

LS - Apesar da loucura da agenda,  acredito que da sim, depende da vontade dos enamorados…rs

 

14 - Como foi a experiência de fazer um ensaio de noiva?sentiu algo diferente?

LS - Adorei...tem todo um ritual ao se vestir de noiva que nos transporta para um dia de princesa.Antes de me casar,já realizei o sonho de minha mãe de me ver vestida de noiva rs...

 

 

15 - O que achou dos vestidos da Ellis Verline?

LS - Vestidos Lindos e sofisticados,que vestem perfeitamente no corpo e isso é super importante!!!!

 

 

16 - Sonha em casar na Igreja com direito a um belo vestido de noiva?

LS - Casamentos na Igreja me emocionam,mas sempre que penso num lugar pra celebrar a união do amor,me imagino num lugar lindo na natureza ou numa capela simples e fofa,durante o dia.

 

17 - Descreve em poucas palavras a Liah pra gente...

LS - Sou alguém motivada pela paixão a arte, sou simples, carinhosa, apegada a família… Mas tenho espírito livre e os desafios me motivam, aprender a cada dia e crescer como ser humano é uma vontade intensa, viver é uma descoberta…

 

Bate-bola:

Uma música: Oceano.

Uma comida: galinha caipira da minha mãe.

Religião: Fé em Deus.

Política: Direitos e deveres comuns.

Palco: Vida.

Família: Lar.

Amor: Família.

Ciúme: dosado.

Um lugar: Natureza.

Beleza: Mar.

Maquiagem pra...: subir no palco.

Cara lavada pra...: dia a dia.

Livro: Ensaio sob a cegueira.

Um frase: Somos do tamanho dos nossos sonhos.

 
Sucesso Liah!!!!

comments powered by Disqus